42% da população em Manica sofre de desnutrição crónica

42% da população em Manica sofre de desnutrição crónica

Manica continua a ser uma das províncias com altos índices de desnutrição crónica, com dados do sector da saúde a apontarem para 42 por cento de pessoas afectadas. O Grupo de Educação Social de Manica, detentora da Rádio GESOM levou a cabo um estudo e concluiu que nas comunidades, factores culturais e falta de educação nutricional podem estar na origem do problema.

A título de exemplo, avança a pesquisa, nalgumas regiões, tradições locais proíbem mulheres grávidas de consumirem ovo, um alimento bastante nutritivo, sob pretexto de que podem nascer bebés calvos.

As autoridades garantem que já estão a trabalhar nas comunidades para reverter este quadro sombrio tocante à desnutrição numa província que produz muita comida.

Os distritos de Macossa, Bárue, Guro e Sussundenga são os que registam mais casos de desnutrição crónica.

 

Deixe uma resposta