Acnur ajuda a combater casos de abuso sexual na Colômbia

Acnur ajuda a combater casos de abuso sexual na Colômbia

Em 50 anos de conflitos, cerca de 7,4 milhões de pessoas foram obrigadas a abandonar as suas casas; Acnur tem parceria com organização que ajuda mulheres vítimas de abuso sexual.

A Agência da ONU para Refugiados tem parceria com Aliança Mulheres Tecedoras de Vida, uma organização que atua no país sul-americano e reúne 66 grupos de mulheres. Mais de 50 anos de conflito civil no país obrigaram 7,4 milhões de pessoas a abandonar as suas casas.

Desde 2005, a Aliança organiza as mulheres da província de Putumayo, no sul na Colômbia, para amplificar as suas vozes.

Deslocados

A organização é parceira da Agência das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, e ajuda mulheres que foram vítimas de abuso sexual durante o conflito.

Nessas décadas, cerca de 7,4 milhões de pessoas foram obrigadas a abandonar as suas casas. Mais de metade desse número são mulheres e crianças, que estão mais vulneráveis a abusos sexuais.

Neste vídeo, produzido pelo Acnur, conhecemos a história de várias mulheres, como Leonor Galleano, mão de uma menina de 12 anos vítima de abusos, e Muriel Fatima, presidente da Aliança Mulheres Tecedoras de Vida.

Cortesia da: Radio ONU

Deixe uma resposta