Aeródromo de Mocímboa da Praia reaberto ao tráfego internacional

Aeródromo de Mocímboa da Praia reaberto ao tráfego internacional

O aeródromo de Mocímboa da Praia, província de Cabo Delgado,  foi reaberto segunda-feira ao tráfego internacional, após a conclusão de obras de melhoria da pista de aterragem, dos caminhos de circulação, da iluminação, da sinalização e comunicações e outras intervenções que custaram 24 milhões de meticais (390 mil dólares).

O ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, que dirigiu a cerimónia, assegurou na ocasião que “o governo não vai reduzir os pontos de entrada”, atendendo a que está em debate em Moçambique o redimensionamento do número de pontos de entrada por via aérea.

O aeródromo de Mocímboa da Praia vai servir para operações de aviões cargueiros que, segundo Mesquita, vão contribuir para a criação de inúmeras oportunidades de desenvolvimento local, facilitar a assistência de pessoas em casos de emergência, além de garantir o desenvolvimento integrado de toda a cadeia complementar ao transporte aéreo, nas componentes de turismo e pesca.

O matutino Notícias, escreveu que o aeródromo de Mocímboa da Praia deverá dar resposta às preocupações dos operadores turísticos, que antes precisavam de ir a Pemba para formalidades oficiais de fronteira, o que poderá tornar os serviços mais competitivos, sendo que no caso da pesca vai permitir que os operadores ampliem os negócios com a exportação de marisco fresco.

Recorde-se que Mocímboa da Praia e arredores foram palco de confrontos entre grupos de homens armados e forças de segurança entre outubro e janeiro, mas sem que se tenha esclarecido o que estava por detrás dos episódios de violência.

 

Deixe uma resposta