Decisão de Trump sobre Jerusalém é obstáculo para paz, diz Guterres

Decisão de Trump sobre Jerusalém é obstáculo para paz, diz Guterres

A decisão do presidente Donald Trump de reconhecer Jerusalém como capital de Israel prejudicará o processo de paz no Oriente Médio – declarou neste domingo, o secretário-geral da ONU, António Guterres.

Segundo a agência AFP, as declarações do chefe da ONU contrastam nitidamente com as embaixadora dos Estados Unidos na organização, Nikki Haley, que defendeu que a decisão de Trump “fará o processo de paz avançar” no Oriente Médio.

O giro político de Washington tem sido muito criticado pelos palestinos, por líderes árabes e por parte da comunidade internacional, preocupada com os protestos na região.

Falando para a rede CNN, Guterres manifestou sua satisfação com o fato de o genro e assessor de Trump, Jared Kushner, ter-se reunido recentemente com israelenses e palestinos para tratar de um novo plano de paz, após anos de paralisia nesse processo.

“Não estou dizendo que isso vai acontecer, mas havia uma esperança de que seria possível pôr fim a esse horrível conflito entre Israel e os palestinos”, comentou Guterres.

Trump é o primeiro presidente americano que teve a “coragem” de aplicar a lei adotada no Congresso em 1995, mas que foi sistematicamente prorrogada por todos os presidentes.

Desde que, na quarta-feira, Trump anunciou sua mudança diplomática com relação a Jerusalém, ocorreram manifestações e confrontos no Oriente Médio.
Nos Territórios Palestinos, quatro pessoas faleceram.

Deixe uma resposta