Doenças ameaçam animais bovinos no centro de Moçambique

Doenças ameaçam animais bovinos no centro de Moçambique

Surtos de febre aftosa e dermatose nodular estão a alastrar em animais bovinos no interior centro de Moçambique, anunciou ontem a Direcção Provincial de Agricultura e Segurança Alimentar de Tete.

Um total de 364 casos de febre aftosa foram registados no distrito de Doa, referiu Cláudio Gule, chefe do departamento de pecuária do organismo, citado pela Agência de Informação de Moçambique (AIM).

Os primeiros casos foram noticiados no início de Dezembro de 2017.

A dermatose nodular afecta 793 bovinos de um total de 27 mil animais dos distritos de Changara e Moatize.

Nem uma, nem outra doença se transmitem a humanos, mas, se não forem tratadas, podem causar graves prejuízos, uma vez que debilitam os animais e favorecem o aparecimento de outras enfermidades que podem causar a morte.

A prioridade passa por evitar a movimentação de animais para travar o risco de contágio e implementar medidas de desinfecção de transportes.

“Identificámos dois locais onde faremos a desinfecção de carros, motorizadas e bicicletas que saem do vizinho Maláui, de onde partiu o foco da doença de febre aftosa”, referiu Cláudio Gule.

“Acreditamos que estas medidas poderão estancar o surto”, concluiu.

Fonte: AIM

Deixe uma resposta