Música moçambicana de luto

Música moçambicana de luto

Morreu este domingo (24.12.2017) vitima de doença, num dos hospitais da capital do país,  Zena Bacar,  vocalista do grupo Eyuphuro, uma banda formada em 1981, com vários êxitos que conquistaram os amantes da música nacional.

Na verdade, ao lado de Omar Issa, Gimo Remane, a cantora levou a banda, que lançou seu primeiro álbum em 1990, intitulado Mama Mosambiki, aos ouvidos do mundo, com composições que oscilavam entre o universo emakuwa e uma visão abrangente sobre o mundo.

11 anos depois, em 2001,  Eyuphuro voltou à carga para lançar seu segundo álbum, intitulado Yellela, produzido por Roland Hohberg, nos estúdios da Mozambique Recording. A banda teve ainda o terceiro disco, lançado em 2006, 25 Anos, incluindo gravações realizadas nos estúdios da BBC.

Zena Bacar Ali nasceu a 25 de Agosto de 1949, em Nampula, local onde a morte a escolheu para se despedir deste mundo que não a soube manter em terra por mais tempo. Morreu hoje, depois de uma carreira que se iniciou aos seis anos de idade, de forma ingénua. A partir de 1980, a coisa ficou mais séria e a muthiyana orera fez da voz uma arma de conquista ao seu público, como poucos.

O funeral será terça-feira.

Deixe uma resposta