Na vila da Manhiça: Obras na ponte ferroviária condicionam circulação de veículos na EN1

Na vila da Manhiça: Obras na ponte ferroviária condicionam circulação de veículos na EN1

A Administração Nacional de Estradas (ANE) e empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM) informaram nesta hoje em Maputo, que a circulação de veículos por baixo da ponte ferroviária da Manhiça estará interdita na totalidade, durante três semanas, isto é, de 12 de Janeiro a 5 de Fevereiro do ano em curso.

Num comunicado conjunto, justificam que pretende-se dar lugar à execução de trabalhos de reabilitação da ponte ferroviária da linha do Limpopo, no Município da Manhiça, que visam reparar os danos que as vigas principais apresentam, resultantes de sucessivos embates dos veículos, com carga que excedem a altura admissível para o gabarito da ponte.

“A Administração Nacional de Estradas (ANE) e a empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique, comunicam que a circulação de veículos por baixo desta ponte estará interdita na totalidade de 12 de Janeiro a 5 de Fevereiro do ano em curso”, lê-se…

Durante este período, a transitabilidade será garantida através do desvio provisório localizado a 500 metros do viaduto, no sentido sul – norte e a 30 metros no sentido norte-sul, que estará devidamente sinalizado e com a presença de sinaleiros.

Refira-se que, naquela ponte, reportam-se casos de acidentes, como na última segunda-feira, que condicionou a circulação de viaturas, naquela parte da EN1.

O acidente foi resultado do embate provocado por um camião da empresa Transportes Lalgy, sobre a ponte, provocando danos à infra-estrutura e a viatura.

 

Deixe uma resposta