Requerida anulação da posse de Iemenle

Requerida anulação da posse de Iemenle

A Ministra moçambicana da Administração Estatal e Função Pública, Carmelita Rita Namashulua, acaba de requerer a anulação do acto de tomada de posse de Américo Iemenle no cargo de presidente interino do Conselho Municipal da Cidade de Nampula, no norte do país.

A Assembleia Municipal da urbe, detida maioritariamente pelo Movimento Democrático de Moçambique (MDM), conferiu posse, semana passada, de forma ilegal, a Américo Iemenle.

Num ofício na posse do Jornal Notícias, Carmelita Namashulua manifesta o seu desagrado pela inoperância da Assembleia Municipal da Cidade de Nampula, na qualidade de órgão fiscalizador e garante da legalidade, bem como pela forma impávida como tem vindo a atropelar e ignorar a lei e demais recomendações emanadas pelo órgão de tutela das autarquías locais.

O descontentamento da ministra da Administração Estatal e Função Pública vem a propósito de um acto de desobediência, desrespeito e arrogância da Assembleia Municipal, apelando que, doravante, o órgão paute pela legalidade e disciplina no exercício das suas competências, sob pena de lhe serem aplicadas sanções severas preconizadas na lei.

Mesmo assim, depois de ter recebido o ofício da ministra, Américo Iemenle exonerou segunda-feira os vereadores das áreas de promoção económica e feiras; infra-estruturas, urbanização e meio ambiente; protecção municipal e fiscalização; obras e manutenção e a direcção de urbanização e terras. Esta decisão também atingiu a todos chefes dos postos administrativos municipais.

Fontes contactadas pelo Notícias referem que mais exonerações poderão ocorrer nos próximos dias, visando principalmente os autarcas que trabalhavam com o falecido presidente do Conselho Municipal, Mahamudo Amurane.

Amurane, edil eleito, foi assassinado a 4 de Outubro passado por indivíduo até agora desconhecido.

As exonerou de vereadores na segunda-feira ocorrem quando a terceira maior cidade de Moçambique espera ir à eleição intercalar a 24 de Janeiro de 2018.

 

AIM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *