Violência em Burkina Fasso já causou 780 mil deslocados internos

Fonte: ONU NEWS/ Foto: PMA/Marwa Awad

A insegurança em Burkina Fasso está forçando um número cada vez maior de pessoas a fugir de suas casas. Em apenas 17 dias, foram mais de 14 mil pessoas.  

A informação é da Agência das Nações Unidas para Refugiados, Acnur. Segundo os últimos dados, as pessoas estão buscando segurança no país ou fugindo para o Mali em busca de abrigo. 

Segurança 

No total, o número de deslocados internos já chegou a 780 mil. Mais de 2 mil pessoas fugiram para o Mali.  

Ao mesmo tempo, um número preocupante de refugiados do Mali diz que é mais seguro retornar ao seu país de origem do que permanecer no Burkina Fasso. O país abriga mais de 25 mil refugiados malianos. 

O Acnur continua alarmado com o aumento dramático do deslocamento forçado em toda a região do Sahel e reitera seu apelo à proteção das populações. Segundo o porta-voz da agência, Babar Baloch, os funcionários humanitários “precisam de acesso seguro para prestar assistência.” 

Baloch diz que o aumento da resposta passa por mais serviços de proteção e suprimentos de emergência para todos os que são forçados a fugir e as comunidades que os acolhem. As prioridades são dadas a abrigo, educação e violência sexual e de gênero. 

No Burkina Fasso, o número de pessoas que enfrenta insegurança alimentar está aumentando, Foto: Ocha/Giles Clarke

Related Post

Be the first to comment

Leave a Reply